Andreia Menaide Cabral Panachi, de 51 anos, foi encontrada morta na sua casa, na madrugada do dia 14 de abril deste ano; corpo tinha sinais de facadas e ninguém foi preso seis meses após o crime. Caso é investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí (SP). Andreia era diretora e coordenava ala na escola Dragões da Real do carnaval de São Paulo
Reprodução/Facebook
Seis meses após a morte de uma diretora da escola de samba Dragões da Real, o crime ainda não foi esclarecido, segundo a Polícia Civil. Andreia Menaide Cabral Panachi, foi encontrada com sinais de esfaqueamento após um incêndio atingir a casa dela, no bairro Engenho D’água, em Itatiba (SP), no dia 14 de abril.
A vítima tinha 51 anos e era diretora da ala de passistas e destaques, além de coordenadora de ala da escola de samba Dragões da Real, que pertence à divisão especial do carnaval de São Paulo (SP).
O crime é investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí (SP), onde encontra-se em segredo de justiça. Ninguém foi preso até o momento.
Segundo o boletim de ocorrência, equipes dos bombeiros foram até a casa da vítima na madrugada do dia 14 de abril, onde ocorria um incêndio.
Após o fogo ser controlado, o corpo de Andreia foi encontrado dentro de um quarto deitado sob a cama. A vítima estava parcialmente carbonizada e apresentava sinais de perfuração.
Uma testemunha relatou que havia conversado por telefone com a vítima horas antes e explicou que Andreia estava isolada por estar contaminada com Covid-19. Ainda de acordo com o registro, foram apreendidos pela perícia duas garrafas e dois pedaços de roupa da vítima, além de um aparelho de celular.
Polícia investiga morte de diretora da escola de samba Dragões da Real do grupo especial do carnaval de SP
Reprodução/Facebook
‘Dedicou longos anos em prol da nossa escola’
A escola de samba Dragões da Real publicou uma nota de pesar nas redes sociais lamentando a morte da diretora, ocorrida em 14 de abril.
“Infelizmente nos despedimos de mais uma grande figura da nossa escola. Faleceu nesta madrugada a amiga Andreia Cabrino. Coordenadora de ala, diretora da ala de passistas e destaques, Andreia dedicou longos anos em prol da nossa escola. Desejamos muita força para toda a família, especialmente para o seu esposo”, diz a nota.
Escola de samba Dragões da Real lamentou a morte da diretora nas redes sociais
Reprodução/Facebook
Veja mais notícias da região no g1 Sorocaba e Jundiaí
VÍDEOS: assista às reportagens da Tv Tem